terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Quarto Diabo no Corpo.


Anda...
Anseio a tua língua quente.
Quero que me lambas os bicos até sentir o roçar quente e áspero.
Aperta-me as mamas e me lambe-me o pescoço.
Sentir os teus dentes na minha pele salgada deixa-me num frenesim...
Ondeio junto a ti...roço-me em ti...quero muito sentir a tua tesão dura dentro de mim.
Mas tu perdeste no meu corpo, sabes de cor cada sinal, conheces bem o meu cheiro de felina desejosa de ti, meu macho.
Num movimento brusco pões-me de quatro e espeto o cúzinho para ti...
Anda...
Dá-me palmadas, enterra os teus dedos na minha cona molhada...
Prova-me e dá-me a cheirar...que cheiro a sexo tens entranhado...
Lambuzas-me...
Que vontade selvagem...
COME-ME!!
Que tusa!
Anda, anda...
Mata-me o prazer de tão bem me foderes!

3 comentários:

A Governanta do Motel disse...

Neste motel come-se com as mãos, prova-se com a língua e chupam-se os dedos, lambuzados... ementa variada de sabores e cheiros! Beijo deliciado Dona!

diabo no corpo disse...

este quarto agrada-me.
muito :D

beijo

Il Dottore disse...

Todos os meus sentidos...vagueiam ebrios de prazer...tenho o corpo num inferno em chamas...sinto me demonio...bj